Defesa & Detox: autodefesa on-line e na vida real para mulheres, LGBTI+ e grupos vulneráveis

Milhões de mulheres em todo o mundo são vítimas de violência ou ameaça cibernética. Aproximadamente 73% das mulheres são assediadas on-line. Para que a Internet e a comunidade local continue sendo um lugar aberto e seguro, precisamos de retomar o controle de nossas vidas on-line e defender-se de situações de perigo que podem ocorrer, seja on-line ou off-line.

Todos os dias mulheres são vítimas de violência on-line e off-line, e então, apresentamos um nova oficina de privacidade e segurança, feita para grupos vulneráveis.
Na primeira parte desta oficina você aprenderá a retomar o controle da sua vida digital ao aprender como nossos dados são coletados, analisados, vendidos e expostos, e com nosso time fará o Data Detox, uma desintoxicação de dados usando um guia orientativo produzido e traduzido pela Tactical Tech, Mozilla e Casa Hacker, pois quando nossos dados são reunidos e sintetizados eles criam mapas de nossos hábitos, movimentos, relacionamentos, preferências, crenças e segredos. E na segunda parte desta oficina, você aprenderá a se proteger fisicamente através de habilidades de defesa pessoal com artes marciais, assumindo o controle de sua presença on-line e off-line, e tomando uma posição mais efetiva ao intervir.

E, claro, você terá a oportunidade de aprender com a The Glass Room Experience, criada para você explorar o outro lado da vida na era digital, em um espaço criativo e animado que combina arte, oficinas e vídeos, para visualizar nossos dados e explorar como são coletados livremente, negociados e vendidos diariamente. Os destaques da nossa exposição são:

  • Dados de Um Dia — você lê os termos e condições dos produtos e serviços digitais que usa todos os dias? Você sabia que o Google pode escanear seus e-mails? Você sabia que sua escova de dente inteligente pode coletar dados sobre a posição de sua escova de dentes durante a escovação? Bem, não, provavelmente não, porque você não leu os termos e condições.

  • A Casa do Zuckerberg — um protótipo da casa do fundador do Facebook, e as quatro casas que o cercam, compradas por £ 30 milhões depois de declarar em 2010 que a era da privacidade terminou.

  • O Império — um mapa que mostra as aquisições e os investimentos que o Alphabet (empresa-mãe do Google) fez desde 1998, além de claro, suas implicações.

  • A Vida Real da Sua Selfie — O que acontece quando sua selfie torna-se digital? Qual o poder do seu faceprint? Quais dados podem ser extraídos daquela selfie que você acabou de fazer e publicou no Instagram? Quem pode criar seu faceprint, mas sem que você saiba?

  • Falso ou Real? — A Internet das Coisas está mais presente do que nunca! Você sabe distinguir o que parece ser verdadeiro ou real no mundo dos dispositivos inteligentes? O desafio está lançado.

  • A Internet Que Você Não Vê — O que há realmente além da nossa tecnologia. A interseção de tecnologias novas em nossas rotinas tradicionais e o que há além de muita facilidade e conforto. Quem mais está pagando pelo seu dispositivo e pelo que há nele.

A oficina “Defesa & Detox: autodefesa on-line e na vida real” foi desenhada para mulheres, LGBTI+ e grupos vulneráveis a ataques e assédio on-line primariamente, estará aberta ao público, é gratuita e inicia 19h da noite de sexta-feira, 28 de junho de 2019 na Casa de Cultura Parque Itajaí (Rua Benjamin Moloisi, 669 - Conj. Hab. Parque Itajai, Campinas - SP, 13058-020).

Sobre a Casa Hacker

A Casa Hacker é um coletivo, espaço hacker e comunidade dedicada a colocar você no controle de sua experiência digital e a moldar o futuro da tecnologia da informação e comunicação para o bem público. Oferecemos um programa completo de 6 Semanas para comunidades locais começarem a se apropriar das tecnologias digitais, e com nossos amigos e parceiros estamos construindo nosso primeiro FabLab na periferia de Campinas, além de trabalhar com parceiros para tornar experiências de cultura digital acessíveis para as comunidades locais. Saiba mais em https://casahacker.org.

Geraldo Barrosthe glass room